Thursday, June 22, 2006

Mudança de tempo...

A coragem de viver: deixo oculto o que precisa ser oculto e precisa irradiar-se em segredo. Calo-me. Porque não sei qual é o meu segredo.

Cada vez entendo menos as pessoas. E, felizmente ou infelizmente, descobri que é assim, é gradual. Dizem que o processo de se conhecer dói. E que dor é "vida exacerbada". Tem como viver um pouco menos, então? Entre livros, pessoas, sons, metrô, lua, sol, calor e frio. Voz que acalma. Olhar que traz toda a cumplicidade que se pode doar e se ter de uma pessoa. O sentimento que era passageiro e que não acaba mais... Já não brigo mais com ele. E quando o sentimento só se transforma? É isso que eu sinto! Eu, você e mais ninguém, um mundo estranho queimava sonhos ao nosso redor... O pior que foi exatamente o que eu sempre sonhei. Sonhos... segredos... sonhos.

7 Comments:

Blogger Carolina Molina said...

E quem precisa de mais além de segredos e sonhos?

6:45 PM  
Anonymous cris allegretti said...

" Quero levar para a minha morte meus sinais de vivência – veja, veja minhas cicatrizes (...) Eu guardo tudo pra mim, suas palavras me aprisionam. Eu te perdôo, está bem? Mas a dor eu não recuso. Perigos existenciais – veja, veja como eu existi."

Mana, a coragem de viver... Vamos não morrer como desafio, sempre. Adoro o que você escreve, linda!

7:22 PM  
Anonymous Bruna said...

Cada vez entendo menos as pessoas, aceito mais.

E a pessoa do espelho? Essa eu entendo mais, e isso me assusta.

8:58 AM  
Blogger Fábio Vanzo said...

"Dor, saúde dos seres que se fanam,
Riqueza da alma, psíquico tesouro,
Alegria das glândulas do choro
De onde todas as lágrimas emanam..

És suprema! Os meus átomos se ufanam
De pertencer-te, oh! Dor, ancoradouro
Dos desgraçados, sol do cérebro, ouro
De que as próprias desgraças se engalanam!

Sou teu amante! Ardo em teu corpo abstrato.
Com os corpúsculos mágicos do tacto
Prendo a orquestra de chamas que executas...

E, assim, sem convulsão que me alvorece,
Minha maior ventura é estar de posse
De tuas claridades absolutas!"

9:12 AM  
Anonymous Fezoca said...

nem visô :´(

4:40 PM  
Anonymous LuizDias.com said...

e se não for pedir demais, mata essa vontade de viver

3:09 PM  
Anonymous Fezoca said...

pode falá parabéns por aqui tb? :)

10:47 AM  

Post a Comment

<< Home